Coleção Pirelli / MASP de Fotografia

Georges Racz

Spacer
Top
Bottom
Spacer

Budapeste, Hungria, 1937

Biografia

Chegou ao Brasil com a família em 1950. Bacharel em Ciências Sociais pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (1964). Seguiu a careira de sociólogo e ocupou cargos administrativos e executivos nas centrais de Furnas (1962-1968). Foi também professor de sociologia na Faculdade de Serviço Social na Universidade do Brasil (atual Universidade Federal do Rio de Janeiro). Influenciado pela visão sociológica, produziu nos primeiros anos fotografia de documentação social, transferindo essa visão também na atividade cinematográfica, que empreendeu a partir de 1966, como roteirista, diretor e diretor de fotografia. Desenvolveu extensa atividade didática como professor de sociologia, de fotografia, de cinema e de artes visuais em instituições de ensino do Rio de Janeiro. De 1972 a 1976 coordenou os cursos de fotografia do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro juntamente com o crítico Roberto Pontual. Foi diretor do Estúdio Gamma (1972-1990) e em 1973 participou da criação do grupo Photogaleria, do qual foi eleito presidente. Como critico de fotografia, colaborou com O Jornal (1973-1975) e com a Revista Visão (1976-1990). É membro da Seção Brasileira da Associação Internacional de Críticos de Arte da Unesco, do Conselho Deliberativo da Associação de Críticos de Cinema do Rio de Janeiro e Membro convidado da National Geographical Society of América.

Mostras individuais

1967 – ACM, Rio de Janeiro
1969 – 4ª Exposição Individual, Galeria Bar Varanda, Rio de Janeiro
1978 – Museu Nacional de Belas Artes, Rio de Janeiro
1980 – 30 Anos de Reminiscências, Museu Nacional de Belas Artes, Rio de Janeiro
1980 – Sonho Ancestral, Galeria Luz e Sombra, Rio de Janeiro
1998 – Georges Racz Fotógrafo, Algumas Veredas, Villa Formoza, Rio de Janeiro
2000 – Re-vendo Georges Racz, Associação Brasileira de Artes Fotográficas, Rio de Janeiro
2005 – Meu Povo, Minha Gente e alguns amigos, Foto Rio 2005, Associação Brasileira de Arte Fotográfica, Rio de Janeiro

Exposições coletivas

1967 – 9ª Bienal Internacional de São Paulo, Fundação Bienal, São Paulo
1968 – 5ª. Bienal Brasileira de Fotografia, Vitória
1969 – 5ª. Bienal Internacional de Fotografia de Évora, Portugal
1969/1970 – 3ª. Coupe Mondial de la Photographie, Suíça
1970 – 6ª. Bienal Brasileira de Arte Fotográfica, São Paulo
1971 – Nova Fotografia Brasileira, Galeria do Instituto Brasil-Estados Unidos, Rio de Janeiro
1974 – Uma Cidade em Grito, Museu Nacional de Belas Artes, Rio de Janeiro
1980 – 1ª. Trienal de Fotografia, Museu de Arte Moderna de São Paulo
1992 – Duas Cidades Barrocas, dois fotógrafos: Zaluar e Georges Racz, Galeria Fesp, Rio de Janeiro
2000 – Asas da Imaginação: a arte fotográfica da ABAF, Rio de Janeiro
2000 – 10ª. Exposição de Arte Fotográfcia, Espaço BNDS, Rio de Janeiro

Versão PDF