Coleção Pirelli / MASP de Fotografia

Geraldo de Barros

Spacer
Top
Bottom
Spacer

Xavantes, SP, 1923 — São Paulo, SP, 1998

Biografia

Artista plástico, fotógrafo, designer gráfico e de móveis, organizou em 1949 junto com Thomaz Farkas o laboratório de fotografia do Museu de Arte de São Paulo. Entre 1945 e 1947 estudou pintura com Clóvis Graciano, Yoshiya Takaoka e Colette Pujol. A partir de 1946 desenvolveu trabalho de expressão pessoal em fotografia e foi um dos pioneiros da fotografia abstrata no Brasil. Na primeira exposição, Fotoformas, Museu de Arte de São Paulo (1950), apresenta imagens em que desenha sobre o negativo ou cria superposições. Em 1951 recebeu bolsa do governo francês e viajou para Paris, onde estudou litografia na École National Superiéure des Beaux-Arts e gravura no ateliê de Stanley William Hayter. Frequentou a Hochschule für Gestaltung, Ulm, Alemanha, onde estudou artes gráficas com Otl Aicher. Retornou para São Paulo em 1952 e fundou o Grupo Ruptura com Waldemar Cordeiro, Luís Sacilotto, entre outros. A partir de 1954, também atuou na área do desenho industrial e da comunicação visual. Foi um dos criadores da Unilabor (1954), dedicada à produção de móveis em série, participou da FormInform (1958), empresa de criação de marcas e logotipos fundada por Ruben Martins, e  da Hobjeto (1954), fábrica móveis, com Aluísio Bione. Em 1966 foi um dos fundadores do Grupo Rex. Retorna à fotografia nos anos 1990 com a série Sobras, na qual recompõe fotos antigas, fragmentos da história de um espírto livre.

Mostras individuais

1950 – Fotoformas, Museu de Arte de São Paulo
1952 – Fotoformas, Museu de Arte Moderna de São Paulo
1965 – Fotoformas, Museo de Arte Moderno, Buenos Aires
1977 – Geraldo de Barros: 12 anos de pintura 1964 a 1976, Museu de Arte Moderna de São Paulo
1989 – Jogo de Dados, Museu de Arte Contemporânea de Campinas
1990 – Jogo de Dados, Museu de Arte Moderna de São Paulo
1990 – Geraldo de Barros: retrospectiva de fotografias, Musée de l’Elysée, Lausane, Suíça
1990 – Jogos de Dados, Museu de Arte Moderna de São Paulo
1993 – Geraldo de Barros: peintre et photographie, Musée de l’Elysée, Lausane, Suíça
1994 - Geralde Barros fotógrafo, Museu da Imagem e do Som de São Paulo
1996 – Geraldo de Barros: pioneiro, Centro Cultural Banco do Brasil, Rio de Janeiro e Fundacão Cultural de Curitiba
1998 – Traces on the glass: the photography of Geraldo de Barros. Sicardi Sanders Gallery, Houston, EUA
1998 – Geraldo de Barros: homenagem, Museu da Imagem e do Som de São Paulo
1999 – Geraldo de Barros: Fotoformas, Museum Ludwig, Colônia, Alemanha
2000 – Sobras, Musée de l’Elysée, Lausane, Suíça
2005 – A(s)simetrias, Galeria Brito Cimino, São Paulo

Exposições coletivas

1951 – 1ª Bienal Internacional de São Paulo, Pavilhão Trianon
1952 – Grupo Ruptura, Museu de Arte Moderna de São Paulo
1953 – 2ª Bienal Internacional de São Paulo, Pavilhão dos Estados
1954 – Gravure Brésilienne, Kunstgewerbemuseum, Zurique
1956 – Salon de Mai, Palais de Tokyo, Paris
1956 – 1ª Exposição Nacional de Arte Concreta, Museu de Arte Moderna de São Paulo
1956 – 28ª Biennale di Venezia, Veneza
1960 – Konkrete Kunst, Helmhaus, Zurique
1967 – 9ª Bienal Internacional de São Paulo, Fundação Bienal
1967 – Nova Objetividade Brasileira, Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro
1979 – Venezia’79: la fotografia, Veneza
1986 – 42ª Biennale di Venezia, Veneza
1996 – Neuerwerbungen Photosammlung, Museum Ludwig, Colônia, Alemanha
1999 – Brasilianische Fotografie 1946 bis 1998, Kunstmuseum Wolfsburg, Alemanha
2000 – Heterotopias: médio siglo sin lugar 1918-1968, Museo Nacional Centro de Arte Reina Sofía, Madri

Publicações

- Fotoformas. São Paulo: Raízes, 1994.
- Geraldo de Barros, 1923-1998. Fotoformas. Munique: Prestel; São Paulo: Sesc SP, 1999.
- Geraldo de Barros: Fotoformas. São Paulo: Cosac Naify, 2006.
- Geraldo de Barros: Sobra
s. São Paulo: Cosac Naify, 2006.

Versão PDF