Coleção Pirelli / MASP de Fotografia

Alexandre Wollner

Spacer
Top
Bottom
Spacer

São Paulo, SP, 1928

Biografia

Designer gráfico, iniciou seus estudos entre 1951 e 1953 no curso de design visual do Instituto de Arte Contemporânea do Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand. Em 1951 colaborou na montagem da exposição retrospectiva de Max Bill realizada no mesmo museu. Em 1953 foi indicado pelo Prof. Pietro Maria Bardi a Max Bill para ocupar uma vaga na Hochschule für Gestaltung Ulm, Alemanha, onde estudou até 1958. É dessa época sua incursão na fotografia, uma das matérias ensinadas na escola e pela qual ele tem grande interesse. Estagiou no escritório de Otl Aicher em Ulm e participou da implantação dos projetos das empresas Braun, Lufthansa e Herman Miller. Retornou ao Brasil e inaugurou com Geraldo de Barros, entre outros, o primeiro escritório de design do país: o Form-Inform. No início dos anos 60 passou a dedicar-se inteiramente ao design e criou seu próprio escritório. Foi responsável pela imagem visual de importantes empresas no Brasil e em 1962 venceu o concurso nacional do novo signo da Varig. Participou da criação da Escola Superior de Desenho Industrial – Esdi, inaugurada em 1963 no Rio de Janeiro, da qual foi o primeiro responsável e coordenador do Departamento de Comunicação Visual. Entre 1969 e 1970 foi consultor da Prefeitura Municipal de São Paulo e foi presidente da Associação Brasileira de Desenho Industrial – Abdi em duas gestões: 1970-72 e 1973-74. Recebeu vários prêmios ao longo de sua trajetória e venceu concursos internacionais como para o cartaz do 4º. Centenário de São Paulo (1954) e cartaz da Bienal Internacional de São Paulo (1955 e 1957).

Mostras individuais

1980 – Wollner Designer Gráfico, Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand
1980 – Wollner Designer Gráfico, Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro
1999 – Criatividade e Conseqüência, Centro de Comunicação e Artes do Senac, São Paulo
2003 – wollnerphotos.hfg-ulm.de-sp.br, Centro Universitário Maria Antônia, São Paulo

Exposições coletivas

1953 – 2ª. Bienal Internacional de São Paulo, Pavilhão dos Estados
1956 – 1ª. Exposição Nacional de Arte Concreta, Museu de Arte Moderna de São Paulo
1957 – 4ª. Bienal Internacional de São Paulo, Pavilhão Ciccilo Matarazzo Sobrinho
1960 – Koncrete Kunst, Helmhaus, Zurique, Suíça
1968 – 1ª. Bienal Internacional de Design, Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro
1977 – Projeto Construtivo Brasileiro na Arte: 1950-1962, Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro
1987 – A Trama do Gosto: um olhar sobre o cotidiano, Fundação Bienal, São Paulo
1991 – Construtivismo: arte cartaz 40/50/60, Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo
1992 – Bilderwelt Brasilien, Kunsthaus, Zurique, Suíça
1994 – Bienal Brasil Século XX, Fundação Bienal, São Paulo
1998 – Mostra Internacional de Design, Centro Cultural Banco do Brasil, Rio de Janeiro
1998 – Arte Construtiva no Brasil: Coleção Adolpho Leirner, Museu de Arte Moderna de São Paulo

Publicações

- Wollner et alli. O desenho industrial no Brasil, ensino e mercado de trabalho. Rio de Janeiro: Editora Mudes-Ilari, 1970
- Textos recentes e escritos históricos. São Paulo: Editora Rosari, 2002
- Alexandre Wollner: design visual 50 anos. São Paulo: Cosac & Naify, 2003
- Alexandre Wollner e a formação do design moderno no Brasil. São Paulo: Cosac & Naify, 2005

Versão PDF