Coleção Pirelli / MASP de Fotografia

Mario Cravo Neto

Spacer
Top
Bottom
Spacer

Salvador, BA, 1947 — Salvador, BA, 2009

Biografia

Iniciou-se na arte da fotografia e da escultura em 1964. Estudou na Art Student League of New York (1968-1970). Nesta época produziu a série de fotografias em cores On the Subway e a esculturas 'vivas' em acrílico com terra e vegetação. Em 1975, devido a um acidente automobilístico, permaneceu imobilizado por um ano e iniciou uma série de fotografias produzidas em estúdio usando um fundo de lona, retratos de familiares e amigos em preto e branco, seu trabalho mais conhecido. Outro grande tema de sua obra é cidade de Salvador e os apectos da religiosidade que ele retratou em cores fortes. A partir de 1998 se aproximou do culto afro-brasileiro e, por sete anos consecutivos, se dedicou a registrar em fotografia e vídeo a vida e os rituais do culto, em especial no terreiro Ilé Àse Ópó Aganju. Recebeu, entre outros, o prêmio Melhor Fotógrafo do Ano da Associação Paulista de Críticos de Arte (1980, 1995), Prêmio Nacional de Fotografia da Funarte (1996), Prêmio Mario Pedrosa da Associação Brasileira de Críticos de Arte (2004). É internacionalmente reconhecido pela obra de expressão pessoal em fotografia. 

Mostras individuais

1971 – 11ª Bienal Internacional de São Paulo
1979 – Museu de Arte Moderna da Bahia, Salvador
1980 – Museu de Arte de São Paulo
1980 – Galeria Il Diaframma, Milão, Itália
1983 – Museu de Arte de São Paulo
1983 – 17ª Bienal Internacional de São Paulo
1984 – Galeria Il Diaframma, Milão, Itália
1988 – Palazzo Fortuny (com Miguel Rio Branco), Veneza,
1992 – Fahley/Klein Gallery, Los Angeles
1992 – FotoFest, Houston, EUA
1994 – Museum of Photographic Art, San Diego, EUA
1994 – The Witkin Gallery, Nova York
1995 – Catherine Edelman Gallery, Chicago
1995 – Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro
1995 – Museu de Ate de São Paulo
1996 – Boräs Kunstmusset, Boräs, Suécia
1998 – Galerie Esther Woerdehoff, Paris
1998 – PhotoEspaña, Madri
1999 – Sicardi Sanders Gallery, Houston, EUA
2000 – Nationalhistoriske Museum, Hillerod, Dinamarca
2000 – Pinacoteca do Estado de São Paulo
2001 – Yancey Richardson Gallery, Nova York
2003 – Na terra sob meus pés, Centro Cultural Banco do Brasil, Rio de Janeiro
2004 – The Eternal Now, 6a. Biennale de l’Art Contemporain, Dakar, Senegal
2004 – Trance_Territories, Dahlen Ethnologisches Museum, Berlim
2004 – O Tigre do Dahomey – A Serpente de Whydah, Paulo Darzé Galeria de Arte, Salvador
2005 – O Tigre do Dahomey – A Serpente de Whydah,  Museu Afro-Brasil, São Paulo
2008 – A Flecha em Repouso, Paulo Darzé Galeria de Arte, Salvador
2010 – Eternamente Agora: tributo a Mario Cravo Neto, Instituto Tomie Ohtake, São Paulo

Exposições coletivas

1965 – 1ª Bienal Nacional de Artes Plásticas da Bahia, Salvador
1981 – Fotografie Lateinamerika, von 1860 bis heute, Kunsthaus, Zurique, Suíça
1988 – Splendeurs et Miseres du Corps, Mois de la Photo, Musée d’Art Moderne de la Ville de Paris
1989 – Réalités Magiques, Photographie Latino-Américaine-Contemporaine, Museet for Fotokunst, Odense, Dinamarca
1992 – Staatliche Kunsthalle, Berlim
1993 – The Bronx Museum of the Arts, Nova York
1998 – Years Ending in Nine, The Museum of Fine Arts, Houston, EUA
1999 – Brasilianische Fotografie 1946 bis 1998, Kunstmuseum Wolfsburg, Alemanha
2001 – Hall of Mirrors – Variants of the Portraits, Museet for Fotokunst, Odense, Dinamarca
2004 – Mapas Abiertos. Fotografia Latinoamericana 1991-2002, Fundación Telefónica, Madri
2005 – La Mirada, Museu de Arte del Banco de la Republica, Bogotá, Colômbia

Publicações

- Bahia. São Paulo: Raízes, 1980.
- Cravo. Salvador: Áries Editora, 1983.
- A cidade da Bahia. Salvador: Áries Editora, 1984
- Os estranhos filhos da casa. Salvador: Áries Editora, 1985.
- Exvoto. Salvador: Áries, 1986.
- Mario Cravo Neto. Zurique: Edition Stemmle, 1994.
- Mario Cravo Neto. Salvador: Áries Editora, 1995.
- Salvador. Salvador: Áries Editora, 1999.
- Laróyè. Salvador: Áries Editora, 2000.
- The eternal now. Salvador: Áries Editora, 2002.
- O tigre de Dahomey. Salvador: Áries Editora, 2004.
- Trance_territories. Heidelberg: Verlag Das Wunderhorn, 2004.
- Flecha em repouso. Salvador: Áries Editora, 2008.

Versão PDF